Tavola disegno 1 copia

Para as smart cities, cidades não só "modernas", mas também "inteligentes", a AlmavivA propõe SEM - Smart Energy Management.

Para as smart cities, cidades não só "modernas", mas também "inteligentes", a AlmavivA propõe SEM - Smart Energy Management.

23-10-2012

Smart city. A AlmavivA propõe SEM para a racionalização dos consumos energéticos


Para as smart cities, cidades não só "modernas", mas também "inteligentes", a AlmavivA propõe SEM - Smart Energy Management, uma plataforma para se fazer um uso "smart" dos dados de consumo energético, em favor da tutela do ambiente e da redução dos custos.
 
Perfeitamente integrável com outras plataformas de asset e facility management (gestão de ativos e de instalações), SEM é a solução para a racionalização dos consumos energéticos do sistema edifício-instalação, através da análise, da monitorização e do controle.
 
Graças a SEM é possível obter, de maneira simples e econômica, dados de funcionamento de múltiplos edifícios, elaborá-los e interpretá-los, transformando-os em informações cruciais para a otimização dos consumos.
Os dados tornam-se disponíveis em tempo real no computador ou em dispositivos móveis, podendo ser consultados quando e onde quer que seja. A elaboração on-line de tais dados favorece a tomada de decisão para se racionalizar a gestão pública e privada dos consumos.
 
SEM compreende uma solução avançada de Business Intelligence e fornece um painel de Sistema de Gestão de Energia de Edifícios para o gerenciamento das atuações, além de um sistema eficaz de Back Office.
 
Já optaram por SEM não só importantes administrações públicas centrais, mas também empresas dos setores dos transportes, bancos, serviços e telefonia móvel.
 
A AlmavivA assinou  um acordo de parceria com o ABI Lab - Centro de Pesquisa e Inovação para os Bancos, com o objetivo de aprofundar os temas inerentes ao impacto ambiental das atividades bancárias, através da análise de benchmark do comportamento energético das filiais bancárias.